Category Archive: 6.3. Glicemia Capilar x HbA1c

POR QUE É IMPORTANTE O CONTROLE DA GLICEMIA?

    • O que é e para que serve a HEMOGLOBINA GLICADA (HbA1C)?
      • HbA1C = Hemoglobina Glicada = Hemoglobina Glicosilada.
      • É UM MARCADOR IMPORTANTE DA ” TAXA DE AÇÚCAR” NO SANGUE nos ÚLTIMOS 2-3 MESES. Por isso seu médico solicita a HBA1C além de outros exames a cada 3 meses.
      • A HbA1c serve para indicar se o seu diabetes está sob controle nos últimos meses. Ao contrário de uma medida isolada, em horários variados, ele nos dá um PERFIL do que está acontecendo de um modo generalizado e o que está predominando, níveis ALTOS, BAIXOS ou NORMAIS de GLICEMIA.
        •  Valor Normal: 4,1-6,4%
        •  Meta no diabetes: 6,0-6,5%Winner
        • Aceitável: <7,5%. Especialmente em crianças muito jovens (< 2 anos), o cérebro ainda está em desenvolvimento e episódios repetidos e severos de hipoglicemia e convulsões podem causar danos irreversíveis ao cérebro. Por isso, em pré-escolares (< 5 anos), podemos aceitar níveis mais altos de HbA1c, pois evitar a hipoglicemia é a maior prioridade.
        • Alto (requer mudanças no tratamento): 7-9%
        • Muito Alto (inaceitável): >9%
  • POR QUE É IMPORTANTE O CONTROLE (MONITORIZAÇÃO) DA GLICEMIA? Você e o seu médico precisam saber como está o CONTROLE DO SEU DIABETES.
    • A monitorização da glicemia, aliada ao controle alimentar e à prática de atividade física são ESSENCIAIS para o BOM CONTROLE DO DIABETES, tanto nas crianças quanto nos adultos, e esses hábitos devem fazer parte da rotina de qualquer tratamento do diabético.shutterstock_6983869
    • Para isso, você deve medir a sua GLICEMIA CAPILAR (“ponta de dedo”) várias vezes ao dia.
    • O ideal é que você anote o resultado e mostre ao seu médico endocrinologista pediatra em cada consulta.
  • Quando devo medir a minha GLICEMIA?
    • A glicemia deve ser medida várias vezes ao dia, especialmente EM JEJUM (AO ACORDAR) e ANTES DAS REFEIÇÕES. Às vezes, o seu médico pode solicitar que anote a glicemia de 2horas depois das refeiçoes.
    • Além disso, sempre que achar que você (ou o seu filho) está com HIPOGLICEMIA, você deve confirmar com a glicemia capilar, se possível. Caso contrário, trate como se fosse hipoglicemia.
    • Anote no caderno a hora e o dia que isso aconteceu. Ao ver os resultados dos últimos meses durante a consulta, o seu endocrinologista entenderá melhor como está o controle da doença e se haverá necessidade de mudar a dose e o esquema de tratamento com insulina.
    • (clique aqui- modelo de controle glicêmico).
  • O que é o Fator de sensibilidade a insulina (FS)?
    • FS é o quanto 1 unidade de insulina consegue baixar o açúcar (glicemia) no sangue.
    • Para calcular o fator de sensibilidade é saber primeiro a quantidade média de insulina aplicada diariamente. Em posse dessa informação é possível usar as seguintes fórmulas:
      • Para insulina de ação rápida – use a regra de 1500 ou 1800 para o tipo de insulina que usa, rápida ou ultra-rapida.
      • É só dividir o valor absoluto 1500 (insulina Rápida) ou 1800 (análogos Ultra-rápida) pela quantidade de insulina total usada em um dia. Assim, se você utiliza 15 unidades de insulina diariamente para manter sua glicemia próxima do normal calculamos 1500/15 chegando a 100mg, ou seja, será necessária 1 unidade de insulina rápida para abaixar a glicemia em 100mg/dl.
      • Mas ATENÇÃO! É importante notar que o fator de sensibilidade VARIA PARA CADA PESSOA pois depende do metabolismo, da massa corpórea, da reação à insulina e, mesmo para um indivíduo, o fator pode variar de acordo com o horário. Assim, durante a dia o organismo de algumas pessoas pode precisar de mais insulina do que à noite, por exemplo.

  •  O que é o Fator de Correção (FC)?
    • o FC é a cálculo para saber a quantidade de insulina rápida, ou ultra rápida, necessária para corrigir a hiperglicemia.
    • Para calcular o fator de correção é necessário saber a META glicêmica e o fator de sensibilidade (FS).
      • Supondo que a meta glicemica seja 100mg/dl e o fator de sensibilidade seja de 100mg/UI e que a glicemia sanguínea esteja em 250, teremos:
        250 -100 = 150 é o quanto a glicemia precisa baixar para atingir a meta.
      • Daí, Glicemia a corrigir/ FS – 150 /100 = 1,5 unidades é a quantidade de insulina necessária para fazer baixar a glicemia até o nível da meta. Se sua caneta só aplica no mínimo 1 unidade, considere o risco de baixar demais a sua glicemia e prefira usar dose mínima e segura. Neste caso, 1unidade.
  • Quando eu sei que a glicemia está alta ou baixa? Faça a sua glicemia capilar e “reconheça” os sinais (sintomas) que o seu corpo lhe envia!

    • Glicemia NORMAL = 80-100mg/dl (em jejum)
    • A HIPOglicemia = Glicemia Baixa ( Glic <70mg/dl). Hipoglemia GRAVE (glicemia <50mg/dl).
    • A HIPERglicemia = Glicemia Alta ( sintomas aparecem especialmente > 180mg/dl, ou seja, quando ultrapassa o limiar renal de excreção de açúcarSintomas Hio Hiper
  • O que Fazer quando a glicemia está BAIXA (HIPOglicemia)? 
  • Se possível, certifique-se que a glicemia está mesmo baixa (<70mg/dl), pois a criança pode simular a crise para comer algo doce.
  • NA DÚVIDA, TRATE COMO SE FOSSE HIPOGLICEMIA! A falta ou o atraso do tratamento da hipoglicemia pode prejudicar o cérebro, levar ao coma e até à morte.
  • .Se a pessoa estar acordada e responsiva:

    • Coma algo que tenha em torno de 15 gramas de carboidratos. Por exemplo:

      • ofereça uma alimento ou bebida açucarada (suco de frutas, frutas, um pouco de mel, bombons, balas ou refrigerante não-dietético, por exemplo) ou lhe dê 1 colher de sopa cheia de açúcar diluída em um pouco de água. Isto é usado para uma recuperação mais rápida durante uma crise.

  • Aguardar 2-3 minutos e repetir a operação até melhoria dos sintomas ou se a glicemia ainda estiver baixa (menor que 70 mg/dL).
  • Não é preciso comer até passar a crise, depois de comer aproximadamente 15g de carboidrato, espere 10 a 15 minutos para fazer o exame de ponta de dedo novamente, no caso de não ter melhorado, volte a comer.  Cuidado para não comer demais. Isso pode causar níveis altos de açúcar no sangue e ganho de peso.

  • Atenção! Alimentos de alto índice glicêmico aumenta rápido a glicemia, mas também cai rapidamente depois.
  • Quando a pessoa estiver melhor, lhe dê algum alimento de baixo índice glicêmico (que contenha carboidrato, proteínas e fibras), ou seja, libere o açúcar de forma mais lenta e sustentada, especialmente se faltar mais de uma hora para a próxima refeição.
    • Por exemplo, dar um bolo, pão ou bolachas e um copo de leite ou água. Isso garantirá que a glicemia vai se manter em níveis estáveis e sem risco de nova crise de hipoglicemia.
  • Se a pessoa estuver desmaiada ou não consegue engolir
    • Aplique uma injeção de GLUCAGEM (hormônio GLUCAGON), imediatamente. Isso vai resgatar o açúcar reservado no fígado das pessoas e evita piora da hipoglicemia.O seu médico vai prescrever o medicamento e lhe explicar como usá-lo.
    • Se está grave, faça a injeção e leve a criança urgente para o Hospital mais próximo. .Não perder tempo!.
    • Se a criança acordar após o GLUCAGEM, ofereça açúcar e faça como explicado na situação anterior. Talvez não precise ir ao hospital neste caso.
  • O que Fazer quando a glicemia está ALTA (HIPERglicemia)?
  • Corrija a glicemia (FATOR DE CORREÇÃO) com INSULINA RÁPIDA de acordo com o seu fator de Sensibilidade (FS) à Insulina e a meta ideal de glicemia orientada pelo seu médico (veja explicação acima).
    • Vamos EXERCITAR:

      • Meu Fator de Sensibilidade (FS) = 1 unidade : 100mg/dl. (1 Unidade abaixa 100mg/dl da minha glicemia)
      • Meta de Glicemia entre 100-150mg/dl (glicemia ideal para antes e após refeição)
    • EXEMPLO 1:
    • Estou com sintomas de hiperglicemia e ao fazer a glicemia capilar, surpresa! Glicemia=420mg/dl. 
    • UAU!! Estou com a glicemia muito alta mesmo antes de me alimentar! PRECISO CORRIGIR ISSO!
      • Para CORRIGIR minha glicemia já elevada, precisarei de ??? unidades de insulina???
      • Se o meu FS (fator de sensibilidade) diz que 1 unidade abaixa minha glicemia em 100mg/dl e minha meta é ficar com glicemia normal entre 100-150mg/dl.
      • FATOR DE CORREÇÃO será=  420 (atual) – 100 (meta)= 320 (para corrigir com a insulina rápida).
      • Se 1 unidades baixa 100mg/dl.……. = 320 dividido por 100 = 3,2***.
      • Daí, terei de aplicar BOLUS de 3,2 unidades de insulina rápida agora. É recomendável verificar sua glicemia 1 hora depois para ter certeza de que tudo deu certo como previa. Caso contrário, pode ser preciso falar com seu médico para ajustar o seu FS.
    •  IMPORTANTE:  O Fator de Sensibilidade varia de paciente para paciente, assim como depende da hora do dia em que vai ser feita a insulina. Por exemplo, precisamos menos de insulina à noite do que durante o dia. Você e o seu médico, através da anáise de suas glicemias pré- e pós- refeições e uso de insulina saberão calcular a relação correta para você.

    • CONVERSE COM SEU MÉDICO E NUTRICIONISTA SOBRE A CONTAGEM DE CARBOIDRATOS e FATOR DE SENSIBILIDADE À INSULINA!