Arquivo por categoria: 5.3. Odor Axilar: Pode ser PP?

Odor Axilar na Criança

Cheiro Forte Embaixo do Braço (odor axilar) na Criança

  • O nosso corpo produz suor para tentar REGULAR A TEMPERATURA DO CORPO. Por isso suamos muito em lugares quentes. O suor é produzido pelas glândulas em várias partes do corpo, inclusive nas axilas.
  • Odor Axilar não é comum em crianças. Isto porque as glândulas sudoríparas não estão muito desenvolvidas na criança pequena. Normalmente, elas só se desenvolvem durante a puberdade.
  • Atenção! As glândulas sudoríparas não produzem hormônios, e sim suor. No entanto, o seu desenvolvimento durante a puberdade, pela ação de hormônios sexuais, explica o porque do “suor forte” ser uma queixa frequente nos consultórios do endocrinologista pediatra.

O que causa Cheiro Forte na Axila da Criança?

  • São vários fatores que podem causar “mau cheiro” nas axilas das crianças:
    • Bacteria: O suor NÃO TEM CHEIRO, por natureza. No entanto, ao entrar em contato com bactérias do nosso corpo, principalmente em axilas, ela produz o “mau cheiro”. Uma das causas principais de “cheiro” nas axilas é a falta de higiene e a presença de bactérias nas axilas da criança.
    • Hormônios: várias mudanças acontecem durante a puberdade devido à presença dos hormônios sexuais, inclusive o surgimento do suor. Isto costuma aconter entre as idades de 8-12 anos. Se acontercer antes, pode ser indicação de que a puberdade esta começando mais cedo do que deveria. Procure avaliaçao do Endocrinologista Pediatra.
    • Alimentos: o consumo de certos alimentos com cheiro forte, tais como alho e cebola, provoca suor com cheiro forte nas crianças. A presença de hormônios  em carnes e outros produtos (ex. leite) também podem provocar odor axilar.
    • Fenilcetonúria (PKU): É uma doença genética em a criança não produz uma enzima (fenilalanina hidroxilase) necessária para quebrar o aminoácido essencia presente em proteínas dos alimentos. Como resultado, o aminoácido (fenilalanina) que não é quebrado é eliminado no suor e causa o odor corporal característoco.
    • Diabetes: Crianças com diabetes podem ter um odor axilar mais forte do que o usual. Ele tem um cheiro “tipo fruta”. Nos casos de diabetes descompensado (altos níveis de açúcar no sangue), o corpo da criança não consegue digerir o carboidrato dos alimento e transformá-lo em energia (gordura) reserva. O produto final é um químico chamado CETONA, que é eliminado no suor e dar um “CHEIRO ADOCICADO” ao suor.
    • HIPERIDROSE: Essa é uma condição em que as glândulas sudoríparas são HIPERATIVAS,ou seja, trabalham demais e produzem uma quantidade EXCESSIVA DE SUOR. A causa exata nem sempre é conhecida, mas PIORA em situações de ANSIEDADE E NERVOSISMO.
    • Outras causas: Outros fatores podem contribuir para o odor axilar na criança, tais como: efeito colateral de alguns remédios, outras doenças metabólicas (ex. fenilcetonúria, doença do xarope de bordo, etc), etc.

Como Prevenir?

  • Medidas simples podem ser tomadas para eliminar a bactéria das axilas:
    • HIGIENE pessoal: banho diário (pelo menos 2 vezes ao dia, especialmente em dias de calor). Durante o banho, você pode usar sabonete anti-bacteriano nas axilas para eliminar a bactéria mais rápido.
    • Uso de DESODORANTES após o banho: pode controlar o excesso de suor. Como as crianças têm uma pele muito sensível, procure usar substaâncias mais leves (ex. leite de rosas e leite de magnésia diluído em água), ou até mesmo um desodorante SEM ÁLCOOL e SEM PERFUME.
    • Crianças devemusar ROUPAS SOLTAS, LEVES E DE TECIDO NATURAL (tipo algodão).  Isto permite à pele “respirar” e evita o acúmulo de bactérias quando se usa roupas muito apertadas e de tecido grosso e sintético.
    • Use roupas limpas e troque de roupas após o banho.
    • Dieta balanceada, sem conservantes e alimentos fortes (ex. alho, cebola) ajudam a controlar o odor axilar. Isto diminui as toxinas do corpo que causam o “mau cheiro”.

E SE O CHEIRO NA AXILA CONTINUAR?

  • Neste caso, procure o seu PEDIATRA para investigar a causa. Se ele suspeitar de causa hormonal, lhe encaminhará ao Endocrinologista Pediatra.

QUAL O TRATAMENTO?

  • Em caso de doenças, tais como puberdade precoce, a causa deve ser tratada.
  • Algumas veszes, os médicos podem recomendar a retirada de alguns alimentos da dieta da criança.
  • Nos casos de HIPERIDROSE, o controle de suor excessivo deve incluiro uso de DESODORANTES ANTIPERSPIRANTES e/ou antibióticos tópicos, se necessário.
    • Casos extremos de hiperidrose excessiva (“pingar suor”, “não conseguem segurar nada com as mãos suadas”,”pés escorregam o tempo todo”….) pode ser necessário uma cirurgia para “cortar” o nervo que libera a adrenalina nos momentos de stress e que aumenta o suor. NESTES CASOS, seu filho será encaminhado a um cirurgião torácico. Mas lembre-se, esse seria o último recurso.